FANDOM

1,949,274 Pages

StarIconBronze
LangIcon
Testas De Ferro

This song is by Mind Da Gap and appears on the album A Verdade (2000).

Alguém sempre dá a cara por quem lhe vira as costas
As perguntas serão simples donos das respostas
Costas largas, numa minoria, que não fica passiva
Impávida e serena, querem soluções pró dilema
Carne pra canhão, distinguem-se da multidão
Marcados por clichés, que rotulam uma geração
Movem o mundo, protegem o mundo pro mundo morrem
E nem conhecem o mundo porque nem meio percorrem

Quem é culpado? é preciso um bode expiatório
Esta merda tá prestes a explodir, vai ser o purgatório
É necessário culpar alguém, não importa quem
Tenha a vitima muitas enfim até mais que cem
Mas um testa de ferro é preciso encontrar
Um cristo que fique bem numa cruz por anunciar
O peso pendente, será descarregado dos ombros
Largado, lastro, arrasto, ignorados escombros

Se não é justiça popular também não é vigilantismo
Porque a justiça forçada, em forma de cataclismo
Só se vai abaixo arrastando os outros e é demente
Desgraça quem fôr apanhado nesta corrente
Inocentes do costume, culpados até prova em contrário
Controlados por um esquema a priori refractário
Não dizem nada, mãos marcadas no passeio da fama
Se gravassem as suas mãos deixavam marcas de lama

Forma de vingança que avança e disfarça com uma lança
Algo disfarçado na ressaca de uma fraca esperança
De sarar a vida seguir, subir na vida
Paranóia na teoria de conspiração escondida
Sociedades secretas à volta de ciclos de poder
Organizações duvidosas todas a temer
Escolhidos são ajudados os outros rebaixados
Apenas culpados de nascerem para serem escravos

Sem remorsos, sem culpa, sem peso na consciência
Por tanto, por muito pouco, obedecem à existência
Numa frase tinha uma reticência nunca um ponto final
Bodes expiatórios o fantasma da era actual
Contemporâneos, foram o passado, serão o futuro
Enclausurados, vivem no subterrâneo obscuro
Carregam as tochas, subornados pela coragem
O Mundo roda o seu eixo, finda esta percentagem

External links