Fandom

LyricWiki

Indrominado:O Reflexo Lyrics

1,868,437pages on
this wiki
Add New Page
Talk2 Share

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.

StarIconBronze
LangIcon
O Reflexo

This song is by Indrominado.

Contigo sinto-me outro, algo desperta em mim
Nunca mordo vou vivendo meu bem mas é assim a vida
Vista de fora existem cores e estrelas
Mas so quem vive e viveu por dentro é que pode teme-las
Não dete-las, a cor cai como purpura
Mas renasce na ciência do valor de dois seres que se alinham
Como os planetas em noite de Armagedom
Hoje desalinhado, inanimado, as canetas são o meu maior alimento
No céu, na terra, no infinito
O sacrifício é definitivo p'ra alcançar a sintonia humana
O importante é ver e estar a atento
Sentir e farejar o vento
Sentar e reflectir por um tempo
Cada tempo um filamento
Uma nova ligação entre a acção e o pensamento
Porque a vida não são rosas, não senhor
Mas aguçada amor por ti acudo como uma lança, uma seta atirada ao alvo
Penso poder estar a salvo das garras do meu destino
Penso poder caminhar sem ser o inimigo

Cretino é aquele que é falso e não tem magia
Aquele que diz que faz e na frente dificilmente agia
WA é assim a vida mano
1, 2, 3 é assim que eu apareço de novo e outra vez
Estou e sou alguém! Quem, eu?!
Yaaa, perdido na solidão por erros do passado
Enfrentei derrotas, celebrei vitórias
Lutei em falso no vazio
Sempre acreditei no progresso mas o retrocesso era contínuo
Conto como uma vida perdida numa sina que me destruíu o destino
Quero voltar a encontrar o meu espectro
Perdi o meu espirito, a minha alma
Que me governava e me estabelecia regras e devers
Assim como direitos e saberes

Quero voltar a mim
Quero voltar a ver o mar subir e partir as ondas
Quero voltar a encontrar o meu espectro
Quero, quero que o vento sopre forte e cego
Quero ve-lo a furar o meu passado como um prego
(Como um prego, como um prego . . .)

Also on Fandom

Random Wiki