FANDOM

1,947,546 Pages

StarIconGreen
LangIcon
Imagens

This song is by Guilherme Arantes and appears on the album Guilherme Arantes (1987).

Imagens do absurdo
Não se apagam mais
A nova consciência vai se revelar
Tão diferente na maneira de pensar
Que a gente reconhece só pelo olhar
A força nasce e cresce em você também
Esquece da retórica vazia e vem
Defender a natureza
O pouco que ainda resta
Dizer pra esta gente
Que a festa acabou
O homem predador não pensa no que faz
Desmata, queima, estraga a vida e quer viver
Com tanta estupidez e crime no poder
A última esperança não pode morrer
Que a juventude assuma logo o seu lugar
E saiba que o perigo agora é pra valer
Sinta que a indiferença vai doer em sua carne
Matar os seus filhos e tudo o que sonhou
Como aceitar e fingir que não vê
Como calar esse grito que explode em você
Como aceitar e fingir que não vê
Como abafar esse grito tão claro
O velho jogo sujo não engana mais
A nova consciência vai se rebelar
Tão diferente na maneira de pensar
Que a gente reconhece só pelo olhar.

External links