FANDOM

1,952,892 Pages

StarIconBronze
LangIcon
De Volta Ao Futuro

This song is by Gal Costa and appears on the album Bem Bom (1985).

Em matéria de previsão eu deixo furo
Futuro, eu juro, é dimensão
Não consigo ver
Nem sequer rever
Isto porque, no lusco – fusco
Ora pitomba,
Minha bola de cristal fica fosca
Mando bola no escuro
Acerto o tiro na boca da mosca
Ouras tantas giro a Terra toda às tontas
Dobro o cabo das tormentas, rebatizo Boa-Esperança
E vou pegando pelo rabo a lebre de vidro
Do acaso por acaso
Em matéria de previsão só deixo furo
Futuro, eu juro, é dimensão
Vejo bem no claro
E tão mal no escuro
Minha vida afinal navega tal e qual
Caravela de Cabral
O marinheiro mete a cara na janela e grita
Sinal de terra. Terra à vista
Tanto faz, Brasil ou Índia Ocidental. Oriental
Ó sina, começa sempre a dança
Recomeça, sempre recomeça a dança da sinuca
Sempre recomeça a dança, a mesma dança da sinuca vital

External links