Fandom

LyricWiki

Clã:Novas Babilónias Lyrics

1,870,890pages on
this wiki
Add New Page
Talk4 Share

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.

StarIconBronze
LangIcon
Novas Babilónias

This song is by Clã and appears on the album LusoQualquerCoisa (1996).

(by Carlos Tê)

Neste tempo de sucessos
De quedas e ascensões
Para o topo dos topos

Pare o gelo dos copos
Para a vala das gerações
Novos Bogarts em velhas gabardines
Novas Madonnas em velhas Marilyns
Crestam lendas nos magazines
Ao ritmo das ilusões

Novas Babilónias erguem-se do pó

E lê-se tudo em diagonal
E tudo chega a horas a Portugal
O comboio está agarrado
Por fim o tempo está mesmo ao lado
Já chegou o Desejado
E o sonho está normalizado
Na suave proporção
De um para x elevado a um cifrão

Novas Babilónias erguem-se do pó

Tudo é novo e velho num vaivém de espuma
Tudo se refunde no brilho do bruma
E vós combatentes de guerras idas
Contentes lambendo as mãos do rei Midas
Joanas, Joões de arcas perdidas
Saltadores de fogueiras já ardidas
Cinzas de cinzas de cinzas
Bem-vindos ao império das coisas parecidas

Novas Babilónias erguem-se do pó

Also on Fandom

Random Wiki