Fandom

LyricWiki

Boss AC:Julgamento Final Lyrics

1,869,399pages on
this wiki
Add New Page
Talk0 Share

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.

StarIconGreen
LangIcon
Julgamento Final

This song is by Boss AC.

Dizem que o mundo vai acabar mas não acabou, vai-se acabando
O Homem vai-se matando fazendo a paz de vez em quando
Ninguém se respeita, a ganância corrompe os povos
O caos vai reinando e os velhos ensinando os novos
A odiar o semelhante chamam-lhe o progresso
Mas se isto é progredir venha antes o retrocesso
Todo o Homem tem o seu lado secreto que reina no escuro
E quando o julgamento vier ninguém estará seguro
O futuro é sombrio e quem se riu
Não escapará ileso porque algures alguém o viu
Neste tempo em que a fé é aproveitada para gerar dinheiro
Falsos profetas iludem quem fraquejar primeiro
Porque todos temos que acreditar em algo mais forte que nós
O Universo é infinito quem nos garante que estamos sós?
Estranhos seres e formas, infinitamente evoluídas
Desçam à Terra e ensinem-nos a viver as nossa vidas
Já não respeitamos o meio ambiente, a ira dos céus já se faz sentir
Terramotos matam milhares, cheias e ninguém os pode impedir
O castigo Divino, há males que não se tratam
Gastam milhões em armas em vez de curar doenças que matam
Crian'as morrem de fome, guerras arrasam continentes
Uns morrem atingidos, outros morrem por estar doentes
Buraco do ozono sobe a temperatura há quem prometa
Derretem-se glaciares que inundarão o nosso planeta
Manipulam geneticamente, querem criar o super-homem
Os soldados do futuro que não se cansam e não comem
E antes que seja tarde de mais , há que alertar
O julgamento final vem a caminho para nos apanhar

O Julgamento Final vem a caminho
Seremos punidos com o castigo divino
Ninguém pode combater sozinho
O Julgamento Final vem a caminho

Uns cada vez mais ricos outros cada vez mais pobres
Uns na opulência outros matam-se por uns cobres
Miséria é tanta, virar a cara não adianta
Como é que se explica que uma guerra possa ser Santa
Tudo serve de pretexto para a violência entre nações
Interesses políticos que giram à volta dos cifrões
Nós os peões, sabemos o que nos deixam saber
Vemos o que nos deixam ver, quem sabe o que podem esconder
Neste tempo de alta tecnologia avan'ada
Custa acreditar que a vacina para a Sida não tenha já sido ainda inventada
África morre aos novos poucos o mundo assiste pela televisão
A xenofobia vai aumentando quase sem oposição
Segregação , o ódio prestes a rebentar
Vivemos com o fantasma de uma guerra nuclear
Estados corruptos, governantes na mão de multinacionais
Informação manipulada divulgada pelos jornais

Droga o flagelo que nos destrói sem piedade
A morte vendida em doses disfarçada de felicidade
Quem os persuade , quando o sistema já está viciado?
Para onde quer que olhe vejo corrupção em todo o lado
Nem as crian'as escapam quando o ordenado se atrasa
Deixam a escola para trabalhar e ajudar em casa
Vítimas de maus tratos por pais embriagados
Sem condições condenados sem serem culpados
Aprendem por si mesmos que é sobrevivência
O amor que não tiveram transformou-se em violência
Encontram na rua o conforto que não tiveram no lar
Mais um número nas estatísticas mais um corpo por identificar
Mas ninguém se importa enquanto for longe dos seus quintais
Enquanto não disser respeito ninguém se importa com os demais
é este o mundo que vivemos, o mundo que temos
A pergunta é: será este o mundo que queremos?

O Julgamento Final vem a caminho
Seremos punidos com o castigo divino
Ninguém pode combater sozinho
O Julgamento Final vem a caminho

Also on Fandom

Random Wiki