Wikia

LyricWiki

Raul Seixas:Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás Lyrics

Talk1
1,917,394pages on
this wiki

Redirected from Raul Seixas:Eu Nasci Há 10 Mil Anos Atrás

Raul Seixas
StarIconBronze
This song is performed by Raul Seixas and appears on the album Há Dez Mil Anos Atrás (1976).
This song has been covered by Zé Ramalho under the title "Eu Nasci Há Dez Mil Anos Atrás".
Spoken:
Um dia, numa rua da cidade
Eu vi um velhinho sentado na calçada
Com uma cuia de esmola e uma viola na mão
O povo parou pra ouvir, ele agradeceu as moedas
E cantou essa música, que contava uma história
Que era mais ou menos assim:


Eu nasci há dez mil anos atrás
E não tem nada nesse mundo
Que eu não saiba demais
É, Eu nasci há dez mil anos atrás
E não tem nada nesse mundo
Que eu não saiba demais

Eu vi Cristo ser crucificado
O amor nascer e ser assassinado
Eu vi as bruxas pegando fogo
Pra pagarem seus pecados
Eu vi, eu vi Moisés cruzar o mar vermelho
Vi Maomé cair na terra de joelhos
Eu vi Pedro negar Cristo por três vezes
Diante do espelho
Eu vi

Eu nasci
(Eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos)
E não tem nada nesse mundo
Que eu não saiba demais
É, eu nasci
(Eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos)
E não tem nada nesse mundo
Que eu não saiba demais

Eu vi as velas se acenderem para o Papa
Vi Babilônia ser riscada do mapa
Vi conde Drácula sugando o sangue novo
E se escondendo atrás da capa
Eu vi, eu vi a arca de Noé cruzar os mares
Vi Salomão cantar seus salmos pelos ares
Eu vi Zumbi fugir com os negros pra floresta
Pro quilombo dos palmares
Eu vi

Eu nasci
(Eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos)
E não tem nada nesse mundo
Que eu não saiba demais
Não, não, não, eu nasci
(Eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos)
E não tem nada nesse mundo
Que eu não saiba demais

Eu vi o sangue que corria da montanha
Quando Hitler chamou toda a Alemanha
Vi o soldado que sonhava com a amada '
Numa cama de campanha
Eu li, eu li os simbolos sagrados de Umbanda
Eu fui criança pra poder dançar ciranda
E, quando todos praguejavam contra o frio
Eu fiz a cama na varanda

Eu nasci
(Eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos atrás)
E não tem nada nesse mundo
Que eu não saiba demais
Não, não porque, eu nasci
(Eu nasci)
Há dez mil anos atrás
(Eu nasci há dez mil anos atrás)
E não tem nada nesse mundo
Que eu não saiba demais
Não, não

Eu tava junto com os macacos na caverna
Eu bebi vinho com as mulheres na taverna
E quando a pedra despencou da ribanceira
Eu também quebrei e perna
Eu também, eu fui testemunha do amor de Rapunzel
Eu vi a estrela de Davi brilhar no céu
E praquele que provar que eu tou mentindo
Eu tiro o meu chapéu

(Eu nasci)
Eu nasci
(Há dez mil anos atrás)
Eu nasci há dez mil anos
(E não tem nada nesse mundo
Que eu não saiba demais)
Eu nasci há dez mil anos
(Eu nasci)
E não tem
(Há dez mil anos atrás)
Nada nesse mundo
Que eu não saiba demais
(E não tem nada nesse mundo
Que eu não saiba demais)
E nasci, eu nasci há dez mil anos
(Eu nasci)
(Há dez mil anos atrás)
Eu nasci há dez mil anos
(E não tem nada nesse mundo
Que eu não saiba demais)

Written by:

Raul Seixas & Paulo Coelho Wikipedia16

Around Wikia's network

Random Wiki